Início » Conta Salário – o que é e como usar?

Conta Salário – o que é e como usar?

Existe um tipo de conta corrente que é utilizada para pagamento exclusivo de salários, ou seja, o empregador solicita essa abertura de conta ao colaborador no banco que é mais conveniente, para ter uma redução nos custos de transferência entre bancos.

Para a pessoa que vai receber o dinheiro nessa modalidade de conta, a vantagem, caso não tenha uma conta corrente, é ter como receber seu salário sem a necessidade de precisar abrir por conta própria, estando isento de cobranças de tarifas. Lembrando que, por sua finalidade restrita, ela não aceita outro tipo de depósito muito menos como pagamento de contas; só poderá sacar os recursos recebidos ou ainda transferir para qualquer outra conta de sua preferência.

Resolvi comentar sobre essa conta, mostrando-a como uma opção para quem está inadimplente junto às instituições financeiras, principalmente em relação à utilização do limite de conta corrente – o famoso cheque especial –, no qual nunca consegue se regularizar, uma vez que o salário é consumido no momento em que cai.

Com a utilização da conta salário, sem vínculo com sua conta corrente, poderá receber integralmente sua renda e, com isso, respirar e planejar a melhor saída para começar a saldar as dívidas. Isso porque, quando alguém está inadimplente, não se poderá ser cobrado nada na conta salário, sem que o titular da conta autorize.

Então, para realizar essa abertura de conta, siga os seguintes passos:

– Veja se a empresa tem essa parceria com o banco para abertura de sua conta salário;

– Solicite ao RH da empresa que forneça um documento solicitando a abertura de uma conta;

– Vá até o banco, solicite a abertura dessa conta e se atente ao contrato de prestação de serviço, tanto quanto à cláusula de vínculo para uma conta corrente, bem como a não autorizar que seja feito qualquer tipo de abatimento de dívidas;

– Receba o número da agência e conta e forneça à empresa, para que alterem no sistema por onde receberá seu salário.

Feito isso, quando receber seu primeiro salário na conta, conseguirá se programar melhor e organizar e definir o destino dele. Lembrando-se de buscar se reeducar financeiramente para que essa situação de endividamento inconsciente não volte mais a acontecer.

É importante criar o hábito de realizar um diagnóstico de seus gastos por pelo menos um mês (uma vez por ano ou sempre que houver mudanças drásticas na renda e/ou nos gastos Isso junto à prática de um orçamento financeiro vai auxiliar na verificação de sua real capacidade de assumir novos compromissos e quitar as dívidas existentes de maneira saudável. Vamos seguir rumo a uma nova vida com mais propósitos e sonhos!

Deixe uma resposta