Início » Ano novo: promessas ou mudança de atitude?
Ano Novo

Ano novo: promessas ou mudança de atitude?

Geralmente, ao iniciarmos um ano novo, fazemos uma lista de coisas para realizar.

Ano Novo

Por exemplo:

• Economizar dinheiro;
• Ser mais paciente;
• Estressar-se menos;
• Estudar e ler mais;
• Viajar;
• Emagrecer;
• E segue a lista, com itens sobre os quais não houve reflexão.

Estamos quase no final de 2017. Passados mais de 300 dias, nem sequer conseguimos achar a lista do ano passado para checá-la. Temos até medo da decepção que ela pode gerar. Por que será que queremos algo e não conseguimos conquistar? O principal motivo que impede a maioria das pessoas é não saber o que realmente querem.

Será que você quer economizar dinheiro ou melhorar a sua saúde financeira? Economizar dinheiro sem propósito, sonho ou objetivo é quase impossível – algo parecido com as demais promessas de ano novo.

Agora se de fato quer melhorar sua saúde financeira e também realizar todos os itens de sua lista, é preciso primeiro mudar a sua relação com a energia que chamamos dinheiro. Mude seu modelo mental, ou seja, o seu “jeitão de pensar”. Se quiser realmente mudar seus hábitos, oriento seguir os passos da Metodologia DSOP:

1 – Fazer o diagnóstico da sua saúde financeira, por meio do apontamento de despesas (baixe aqui), para ver para onde está indo cada centavo de seu precioso dinheiro;

2 – Ter claro e por escrito os seus sonhos. Quanto custa cada um? Quanto irá guardar? Quando irá realizar? É válido ter no mínimo três sonhos (de curto, médio e longo prazo);

3 – Criar um orçamento que priorize os seus sonhos. Lembre-se: Ganho (-) Sonhos (-) Despesas = Qualidade de vida;

4 – Começar a poupar, economizar para realizar seus sonhos. Afinal, investir = sonho + energia (dinheiro) + tempo.

Para ajudar nesse processo, confira 10 atitudes mentais que afastam a prosperidade. Todas estão descritas no livro “A prosperidade em suas mãos: descubra a fonte da riqueza”, de Yoshihico Iuassaca:

1 – Invejar as pessoas ricas;

2 – Pensar sempre “sou azarado/a”;

3 – Manter o semblante carrancudo;

4 – Ver o concorrente como um inimigo;

5 – Ter ressentimento com os pais;

6 – Viver com a mão fechada;

7 – Pensar que é melhor não oferecer mais do que recebe;

8 – Pagar as contas se queixando;

9 – Trabalhar só em benefício próprio;

10 – Cultuar a “pobreza honrada”.

Você acha que mudar o modelo mental, ou seja, pensar fora da caixinha, é loucura?

Veja o que Albert Einstein já dizia: “insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”.