Início » Arquivos para dezembro 2013

Como arrumar o material escolar?

  Canetinhas, lápis, borrachas, cola, régua, giz de cera, compasso, os mais diversos tipos de papeis… a lista de material escolar parece interminável! E sempre assusta os pais no começo do ano letivo. Não só pelo peso no orçamento familiar, mas também na mochila do filho. Para economizar, é importante checar a lista e verificar…

Como controlar o seu orçamento

Hoje, vou apresentar mais o quarto volume da Coleção Dinheiro Sem Segredo: “Como controlar o seu orçamento”, no qual mostro práticas diárias que devem ser incorporadas para a realização dos sonhos.

DSOP participa da Festa de Encerramento de 2013 da escolinha Fontana

DSOP participa da Festa de Encerramento de 2013 da escolinha Fontana

Apoiada pela DSOP Educação Financeira, a escolinha de futebol Fontana Sports Vila Formosa realizou na quinta-feira, 19 de dezembro, a Festa de Encerramento de 2013.
Na ocasião, alunos, familiares e colaboradores da escolinha foram recebidos com um churrasco e, além disso, a DSOP presenteou os pais dos alunos com o livro Terapia Financeira e um Apontamento de Despesas.

Secretaria de Educação de Barueri recebe professoras da Rede Pública de Ensino

  As professoras que ofereceram a disciplina de Educação Financeira na EMEF Osvaldo Batista foram recebidas pela Secretaria de Educação de Barueri (SP), que fechou nesta sexta-feira a extensão do Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas para o próximo ano. A partir de 2014, a Rede Pública de Ensino do município oferecerá a disciplina…

Como identificar o seu “eu” financeiro

Hoje, vou falar um pouco sobre o segundo volume da Coleção Dinheiro sem Segredo – Como identificar o seu “eu” financeiro (Editora DSOP), de minha autoria. Como o próprio nome já diz, nessa obra, oriento o leitor a descobrir o seu perfil financeiro, para, a partir disso, conseguir se planejar.

Plano de previdência privada requer cautela

Na hora de contratar um plano de previdência privada aberta, o interessado enfrentará uma decisão difícil. Receber os valores até a morte e, caso sobre alguma reserva, deixar o dinheiro nas mãos da seguradora; ou estipular um prazo de dez ou 20 anos para receber os recursos e ter o direito de direcioná-los, caso o…

12